Mudanças que nos Libertam

 
Há dois anos atrás eu escrevi um texto sobre Nossos Traumas Secretos lá eu dizia estar já bem resolvida com o meu trauma, que era “o meu cabelo” porem hoje percebo que não estava tão resolvida assim, era só um dia, coisa do meu temperamento rsrs. Mais hoje escrevendo após dois anos, vejo que muita coisa mudou em mim, de dentro pra fora, não vou dizer que estou resolvida, porque certos traumas que podem parecer algo pequeno bobo simples, pode ser de fato um grande trauma, uma grande dor no nosso mais íntimo que leva anos para serem de fato resolvidos, e principalmente se nunca os ponhamos pra fora.   
Nesses dois anos muita coisa mudou em mim, muita mesmo, Deus agiu em mim, não tem nada melhor nessa vida que ser barro na mão do oleiro, toda mudança parte de dentro pra fora. Em primeiro lugar sempre vem a graça que nos muda, modela, mais tem também pequenas ajudas visíveis ali nos dando a mão, nos dando força, nos ouvindo que faz toda diferença, são nossos verdadeiros amigos, eu já tinha um que sempre me apoiava com os cachos, mais agora ganhei outro que foi mais fundo... 
Optei como forma de penitencia aceitar por um tempo os cachos, e como os padres sempre nos ensinam, a penitencia por mais simples que seja ela nos ajuda muito, é verdade, a gente até começa com uma certa dificuldade, mais quando fazemos por amor a Jesus Cristo ele nos pega no colo e faz grandes obras. Tenho me descoberto, não é nada referente ao feminismo sabe, mais é uma liberdade que estou sentindo que nunca tinha sentindo até então. Passei a gostar de me cuidar mais, a ter um tempinho comigo mesma, passei a gostar de tempo chuvoso, passei a não ligar pra opinião das pessoas, afinal elas não vão pensar em mim 24 horas por dia, e se pensar, será só alguns minutinhos, passei a gostar de laços, penteados, coisas que me deixam mais doce e feminina, passei a ser Livre, são tantas mudanças tão simples mais que só eu sei o grande significado que têm pra mim. 
Nós seres humanos somos verdadeiramente ruis, fazemos críticas a troco de nada, não sabemos calar quando preciso, e isso faz grandes estragos nas vidas dos demais, por isso devemos sempre pedir a Deus que nos dê um coração bondoso e generoso, que ele aja em nós, pois todo ato bom nosso, não se engane, não são nossos, são dele. Mais de todo mal, ele sempre tira um bem, então em cada trauma, cada um tem o seu, sempre crescemos. Hoje estou feliz com a mulher que tenho me tornado, mais forte e feminina, gostando cada vez mais das minhas duas versões, vai ter dias que vou querer meu cabelo liso e grande? Claro que vai, mais por ora estou curtindo assim cacheado e curto, é muito importante nos aceitar, saber que Deus nos ama do jeitinho que somos, cada um com sua beleza única, e é muito importante também ter quem nos ouça, quem segura nossa mão e nos incentiva. 
Escolhi essas duas fotos acima estou no mesmo local, com a mesma roupa, só as edições estão diferentes descrevendo bem cada momento, a do lado direito está mais viva, cores fortes, assim como estou me sentindo, viva feliz e livre! 
Que Nossa Senhora me ensine a cada novo dia a ser mais simples, feminina e dar sempre o meu FIAT a vontade de Deus agir em mim... “Nada é pequeno se feito com amor.”

 P.s: Dizem que mudar dói, mais que não mudar dói mais ainda...  

 Cláudia Goliver

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carta ao meu futuro marido

O adjetivo que define minha melhor amiga