Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

Hoje foi apenas um sonho, mas amanhã pode ser verdade

Imagem
Hoje tive um sonho no qual sonhei que dentro de um dia tudo o que eu mais amava iria me ser tirado... Ou seja, minha família, meus amigos, minha vida... Deu medo foi péssimo, angustiante, porém eu tinha aquele único dia pra aproveitar o máximo, pra dar o meu melhor, fazer daquele dia inesquecível. Pude acordar com um sorriso no rosto, hoje ia ser dia só de alegria, apreciar o sol batendo em meu rosto, sentir a presença de Deus em cada coisinha, agradecer por mais esse um dia , pude olhar nos olhos de meus pais e meu irmão, abraçar com mais força, dizer “te amo” com mais intensidade, pude rir mais com eles, contar piadas, deitar no colo de minha mãe e pedir pra ela mexer no meu cabelo como fazia quando eu era criança, pude apreciar a natureza com meu pai, brincar com meu irmão, me deixar voltar ser criança, pude convidá-los para um almoço totalmente em família, com mesa farta de comida e claro de muito amor. Pude ligar pra meus amigos marcar um encontro, pude abraçá-los pela ultim

O segredo da felicidade é não ser tão duro consigo mesmo

Imagem
Sabe o que acontece? Estou, finalmente, sentindo as consequências do passar dos anos. E isso não tem a ver com idade ou dores nas costas. Estou falando sobre o lado bom de envelhecer, saca? Sobre olhar para as primeiras rugas, para os primeiros fios brancos, para a necessidade de ficar em silêncio e de ignorar certas coisas, e pensar: é, acho que amadureci. Não sou nem de longe a pessoa que eu era há dois, três, cinco anos atrás. Aprendi com as despedidas que ninguém vai embora por acaso. Com as decepções, que sempre tem algo melhor a nossa espera. E com o tempo? Ah, com o tempo eu aprendi o mais importante de tudo: a não ter pressa para viver. Hoje vivo no meu tempo; um tempo que passa mais lento, confesso, mas que também é mais paciente com os erros dos outros, e principalmente com os meus. Não conto as horas, e muito menos dinheiro. Não perco tempo, e muito menos a paciência. Parei, definitivamente, de cronometrar pessoas e situações que não dependem de mim. E assim, aprendi

Existem pessoas...

Imagem
Existem pessoas no qual não compensa nem os nossos míseros pensamentos, daqueles que a gente pensa em expressar seja no papel ou falando frente a frente, daquelas declarações que o coração grita para serem feitas, é claro que cada um é cada um ne, não vai ser todo mundo que vai sair por ai fazendo textões, mais a gente sabe a gente sente quando o agradecimento é sincero e cheio de sentimentos daqueles frios somente porque a educação pede, a gente sabe diferenciar um obrigado , de um nossa muitooooo obrigadooo , é claro sem os exageros de letras rsrs, isso é por minha conta só pra tentar explicar a diferença. Existem pessoas que por mais que a gente as ame elas não mudam, e nem tentam procurar melhorar, tem pessoas que brincam com nossos sentimentos e olha que nem criança são mais para brincar, nos fazem de pipas no qual vão dando corda e depois cortam a linha, ou nos fazem de bolas nos chutam pra um lado e pra outro, ou nos fazem de livros que depois de lidos uma vez nos esquecem

Quantas vezes você já disse “nunca mais vou me apaixonar” E ai deu certo?

Imagem
Quem você seria sem amor? Quem você seria sem o frio na barriga ao perceber que aquela pessoa está vindo e você não sabe nem o que falar? Quem você seria sem o coração disparado logo pela manhã ao perceber que recebeu uma mensagem de “bom dia”? A gente teima em dizer que amor não existe, não é mesmo? Tenta dizer que não vai amar outra vez, que não vai acreditar em promessas vazias novamente, que não vai se entregar por inteiro por mais ninguém… Mas de repente você está ali; se despedaçando aos poucos, sem perceber. Se o amor não existisse, talvez você não se despedaçaria por ninguém. Você seria inteiro para sempre. Mas, cá pra nós. Iria valer a pena? Ser inteiro e não ter com quem dividir nem um pedaço da pessoa que você lutou para se tornar? Será que realmente compensa ser feliz sozinho, ficar triste sozinho, ter um coração batendo sem motivos, sem uma voz do outro lado? Eu sei que às vezes a gente acaba se decepcionando e desistindo. Mas será que até mesmo uma decepção não

Quando me tornei Invisível

Imagem
Já não sei em que datas estamos, nesta casa não há calendários e em minha memória, as lembranças se tornam um emaranhado, lembro-me daqueles grandes calendários, alguns primers ilustrados com imagens de santos que pendiam ao lado da penteadeira, mas não há nada disso... Todas velhas coisas foram desaparecendo e eu também fui apagada sem que ninguém percebesse. Quando a família cresceu, trocaram-me de quarto. Depois, passaram-me para outro menor ainda acompanhada das minhas netas, agora ocupo o anexo, no quintal de trás. Prometeram-me mudar o vidro partido da janela, mas esqueceram-se. E nas noites, que por ali sopra um ventinho gelado aumentam mais as minhas dores reumáticas. Um dia à tarde dei conta que a minha voz desapareceu. Quando falo, os meus filhos e netos não me respondem. Conversam sem olhar para mim, como se eu não estivessem com eles. Ás vezes digo algo, acreditando que apreciarão os meus conselhos, mas não me olham, nem me respondem, então retiro-me para o meu cant

Quando o amor nos encontra

Imagem
Ela sempre foi uma garota sonhadora mais um certo tímida, sempre perdida em seus pensamentos, sonhava sim com o “príncipe encantado” afinal quem nunca sonhou ne?! Mas ela não fazia a mínima onde iria encontrá-lo, nunca gostou muito de festas baladas, sempre foi mais caseira, era da escola pra casa, ou do serviço pra casa, sempre foi muito educada e culta mais não sabia chegar invadindo e puxando assunto, o que ela não era, era intrometida ah isso não, e às vezes isso a atrapalhava um pouco nas paqueras... Um belo dia em seu serviço começou a despertar algo dentro dela e era justamente pelo colega de trabalho , ela ate tentou se livrar daquele sentimento, dizia que era bobagem, que não era nada demais, era só convivência carência, menos amor... Mas os dias foram passando, as brincadeiras entre eles foram ficam com mais carinho, a ansiedade pra ir trabalhar e vê-lo só aumentava, tudo foi se encaminhando muito sereno e calmo, nada forçado, ate que finalmente rolou o primeiro beijo, e