O silêncio e a batalha interior

Imagem relacionada
Dentro de mim, dentro de você, dentro de cada um nós existe um espaço, não vazio, mas cheio, cheio de dúvidas, erros, medos, dificuldades, fragilidades, limites, pontos de interrogação, às vezes com angústias, apertos, coisas mal resolvidas e tantas outras coisas e sentimentos.
Um dos nossos maiores erros é anular tudo isso dentro de nós, anular nossas dúvidas, nossos erros, nossos medos, nossas dificuldades, nossas fragilidades, nossos limites, os pontos de interrogação, as angústias, os apertos e mais uma série de coisas que anulamos simplesmente por não querer enfrentar. Mas a decisão de anulá-los dentro de nós não significa que estão resolvidos e que nunca mais teremos problemas com eles, não, quem dera se fosse assim, uma hora ou outra quando a gente menos imaginar tudo isso vem em dobro, tudo em dobro, grita dentro da gente e a gente toma tapa na cara de um lado, do outro, uma rasteira daqui, outra ali. E diante disso tudo voltamos o nosso olhar para o Céu e questionamos a Deus... " Deus, porque tudo isso comigo? Porque?". Mas diante de tudo isso nós esquecemos que dentro de nós ainda há muito o que ser resolvido, muito o que ser trabalhado, muito lixo acumulado, muita coisa pra jogar fora, mas tudo isso, muitas vezes nós só passamos por cima, como se a vida fosse um conto de fadas, como se o nosso interior fosse algo robótico, onde você aperta o botão do controle e fica tudo resolvido, mas não, não é assim, não somos robô, somos humanos frágeis. Quer resolver tudo que está doendo hoje aí dentro de você? Para, para, para de se anular, para de passar por cima dos seus problemas, das suas dificuldades, saia da sua zona de conforto, e assuma logo o controle de sua vida, mas a resolvendo por completo, assumindo e passando por cada fase, e não se auto anulando, pois mais cedo ou mais tarde tudo isso vai voltar, e em parcela muito maior.
Existe um tempo em que vamos ter o encontro mais doloroso da nossa vida, o encontro do nosso lado de fora, com aquilo que somos por dentro, o certo deveria ser um se assemelhar ao outro no máximo possível, mas dia de hoje o que vemos em cada um é uma contradição total, onde o nosso lado de fora se assusta ao ver o lado de dentro. Porque? Porque por fora tá tudo lindo, tudo sorridente, tudo muito bem arrumado, mas por dentro, tudo machucado, quebrado, sujo, ferido. Imagina você chegando a um campo de batalhas, e você se depara com uma pessoa caída, machucada, se sangrando, quase morrendo e perto dela uma outra pessoa com uma espada na mão. A espada toda suja de sangue e a pessoa sorrindo ao ver a outra caída no chão, quase morrendo. E você vendo aquilo tudo se assusta por ver tamanha crueldade. Mas calma que você ainda não percebeu o ponto principal entre essas duas pessoas, essa que está caída machucada, e a outra pessoa que está com a espada suja de sangue. Essas duas pessoas, simboliza a sua vida, a pessoa caída machucada são todas essas as coisas mal resolvidas dentro de você, você está morrendo por dentro, e a pessoa em pé com a espada suja é você por fora, o seu ego, o seu famoso "eu me basto", os seus pecados. O seu ego, o seu jeito de dizer ou pensar que você só se basta, mata tudo aquilo que está dentro de você.
Existe um tempo em que esse encontro vai exigir um conhecimento, conhecimento de si mesmo, esse encontro particular vai nos assustar de início, vamos ver tanta coisa para ser concertada, e pouca capacidade em nós para concluir esses concertos. De fato temos mesmo pouca capacidade, nós enquanto humanos e frágeis temos pouca capacidade, mas existe algo que está além de nós, algo sobrenatural, que os olhos não vêem, mas que o íntimo, o coração, a alma sente. Esse algo que podemos dizer melhor alguém, se chama de Deus. E aí você está mais uma vez em mais um encontro, o encontro pessoal com o amado, que até esse momento ele não era amado por você, mas após esse encontro você se vê tão bem acolhido(a), que o amor sendo ele o próprio amor toma conta de você, a partir desse momento, desse encontro você vai percebendo que algo de diferente acontece em você, seus problemas, suas dificuldades, tudo o que foi citado nesse texto que muitas vezes anulamos dentro de nós, tudo aquilo que te atrapalha você percebe que não tem mais efeito na sua vida. Esses problemas deixaram de existir? As dificuldades deixaram de existir? Não. Mas houve uma grande e importância transformação dentro de você, antes o seu ego apenas anulava tudo, agora o cenário é outro, agora é Deus quem age na sua vida, e ele não tem a necessidade de anular nada dentro de nós, ele faz diferente, ele resolve tudo de nós, porque ele é a principal diferença que precisamos ter no nosso interior, porém para isso acontecer depende de uma permissão, e essa permissão ela vem de você.
É muito fácil a gente ficar uma hora diante de um aparelho celular, embora muitas vezes não temos nada para fazer alí, mas estamos ali assim mesmo, é muito fácil ficar por horas conversando com os amigos, porque para nós eles estão preenchendo o nosso vazio, mas dentro de algumas horas eles vão embora e mais uma vez será apenas eu e o meu eu, você e o seu eu. É muito fácil passar horas diante de uma TV assistindo filmes, novelas, séries, porque tudo isso nos ilude e nos faz pensar que está tudo bem, mas na verdade não está nada bem, porque se tivesse não dependeríamos de nada materializado para nos sentir bem. Mas agora se você ficar uma hora, sem celular, sem TV e sem ninguém por perto, só você e você, só você e o seu silêncio, e alí você começa a navegar dentro de si, suas misérias vão gritar dentro de ti, nesse momento existe um diferencial, em uma alma que está CONECTADA a Deus, para aquela que está CONECTADA com o mundo. Aquela que está CONECTADA com o mundo olha para tudo aquilo, para toda a sujeira dentro de si mesmo e se assusta, e mais uma vez ela foge, e vai mais uma vez se machucar, no pecado, nas coisas materiais desse mundo, e alí só vai se perdendo, se perdendo cada vez mais, ela não suporta o próprio silêncio. Já a alma que está CONECTADA com Deus, ela começa uma viagem dentro de si mesmo, ela viaja dentro de si, começa a ver suas misérias, seus erros, seus pecados, mas como ela está CONECTADA a Deus, ela reconhece que tudo aquilo que está alí precisa e deve ser mudado, precisa ser reconstruído, moldado. E ela faz isso, mas ela reconhece que ela por si só é incapaz, então ela, a alma conectada à Deus, ela permite que ele faça a ação dele, e alí começa uma reconstrução, começa uma nova vida, uma nova história, mas não começa como uma pessoa egoísta, que insiste em dizer que só ela se basta, não, começa como uma pessoa que se vê miserável, fraca, sem mérito algum e então ela renasce na graça de Deus, ela renasce naquele que tudo pode e tudo faz. E diante de tudo isso para essa pessoa, essa alma, o mundo perde o sentido, o pecado perde a força, e o silêncio se transforma em oração na vida dessa pessoa, porque quando ela fica em silêncio, ela navega dentro de si, e ela sendo uma alma conectada com Deus, dentro dela acontece a cada silêncio o grande encontro com Deus, pois, sendo ela conectada com Deus, dentro si só pode haver coisas daquele que a reconstruiu.
Que a gente busque a cada instante esse encontro, que encontramos dentro do nosso Silêncio, para que com a graça dele a gente compreenda quem nós somos e o que aqui buscamos, pois sem conhecê-lo, é impossível também conhecermos a nós mesmos, o encontro com ele, no silêncio, conhecendo ele, pela graça dele, conseguimos de fato nos conhecer, nos conhecendo, conhecendo os nossos limites vamos a cada dia entregar tudo a ele, permitir que ele faça a obra dele em nossa vida, e quando isso acontece, o nosso interior passar a ser resolvido, o silêncio passa ser nossa casa, pois é no silêncio que o encontramos, e tudo o que acontecer em nosso exterior, nada vai nos afetar, pois uma alma conectada ao amado, tem o seu interior semelhante ao seu exterior, e se a graça dele resolve o nosso interior resolverá também o exterior.
P.s: Texto belíssimo escrito por Rony Saantana

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carta ao meu futuro marido

Amigos a gente conta nos dedos